Nobre Casa de Cidadania

Membros

Membros

O Conselho Institucional é formado pelas seguintes instituições:

 

 

Autoridade Nacional para a Proteção Civil

A Autoridade Nacional de Proteção Civil tem por missão, planear, coordenar e executar a política de Proteção Civil, designadamente, na prevenção e reação a acidentes graves e catástrofes, de proteção e socorro das populações e de superintendência da atividade dos bombeiros, bem como assegurar o planeamento e coordenação das necessidades nacionais na área do planeamento civil de emergência com vista a fazer face a situações de crise ou de guerra. No domínio da educação e cidadania, a estratégia da ANPC assenta na importância de uma abordagem positiva e inclusiva, uma vez que, de facto, os cidadãos são, hoje em dia, simultaneamente protagonistas e agentes ativos de proteção civil, quer no que concerne ao direito à informação sobre os riscos a que estão sujeitos no seu dia-a-dia, quer no dever de adoção de medidas preventivas e comportamentos de autoproteção adequados.

Saiba mais em www.prociv.pt

 

 

Corpo Nacional de Escutas

O Escutismo é um Movimento Mundial, de carácter não político, aberto a todos, com o propósito de contribuir para a educação integral dos jovens de ambos os sexos, baseado na adesão voluntária a um quadro de valores expressos na Promessa e Lei escutistas, através de um método original que permite a cada jovem ser protagonista do seu próprio crescimento, para que se sinta plenamente realizado e desempenhe um papel construtivo na sociedade. O Corpo Nacional de Escutas (CNE) é uma associação de juventude sem fins lucrativos, não-política e não-governamental, destinada à formação integral de jovens, com base no método criado por Baden Powell e no voluntariado dos seus membros. O CNE está implementado em cerca de 1.100 agrupamentos locais em todos os concelhos do território continental e regiões autónomas dos Açores e da Madeira. O CNE é um movimento da Igreja Católica. A Animação da Fé, característica do Escutismo do CNE, é feita naturalmente através do jogo escutista, vivido à luz de Jesus e do Evangelho, procurando contribuir para a formação humana e cristã dos seus associados, pelo testemunho da vida em comunhão eclesial.

Saiba mais em www.cne-escutismo.pt

 

 

Direção Geral Educação

A Direção-Geral da Educação tem por missão assegurar a concretização das políticas relativas à componente pedagógica e didática da educação pré-escolar, dos ensinos básico e secundário e da educação extra-escolar. Coordena a planificação das diversas provas e exames, concebe, organiza e executa as medidas de prevenção do risco, segurança e controlo da violência nas escolas. É o organismo central do Ministério de Educação e Ciência responsável pelas áreas de orientação e coordenação no âmbito curricular, competindo-lhe garantir que educação para a sustentabilidade, o empreendedorismo, num conceito mais lato de educação para a cidadania, tenham expressão no currículo e que os projetos nestas áreas desenvolvidos com as escolas se articulem de forma coerente com o mesmo. Para a DGE, a educação para a cidadania visa contribuir para a formação de pessoas responsáveis, autónomas, solidárias, que conhecem e exercem os seus direitos e deveres em diálogo e no respeito pelos outros, com espírito democrático, pluralista, crítico e criativo, tendo como referência os valores dos direitos humanos

Saiba mais em www.dgidc.min-edu.pt

 

Estado-Maior-General das Forças Armadas

O Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA) tem por missão geral, planear, dirigir e controlar o emprego das Forças Armadas no cumprimento das missões e tarefas operacionais que a estas incumbem. O EMGFA constitui-se como quartel-general das Forças Armadas, compreendendo o conjunto das estruturas e capacidades adequadas para apoiar o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas no exercício das suas competências. O EMGFA integra-se na administração directa do Estado através do Ministério da Defesa Nacional. Atualmente, Portugal tem Forças Nacionais Destacadas no Afeganistão, Kosovo, na Somália, no Mali, no Mediterrâneo, no Índico e em Timor-Leste, mas também nos Quartéis-generais internacionais, nas Nações Unidas, na OTAN, na União Europeia e nas Euroforças e ainda no âmbito da Cooperação Militar nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa. Em qualquer destes cantos do Globo, por mar, por terra ou por ar, as Forças Armadas continuam a gerar segurança e a contribuir, ativamente, para a paz e para a estabilidade internacional, cumprindo e honrando os compromissos assumidos. Os militares portugueses realizam ainda, em todo o Território Nacional, ações de vigia e controlo dos espaços de soberania, executando ações de Busca e Salvamento e evacuações aeromédicas, participando na satisfação das necessidades básicas e na melhoria da qualidade de vida das populações e colaborando com a Proteção Civil.

Saiba mais em www.emgfa.pt

 

Faculdade Teologia da Universidade Católica Portuguesa

A Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa tem sede em Lisboa e pólos em Braga e no Porto. A Faculdade de Teologia e os seus centros de estudo têm por fim, promover, mediante a investigação científica e a docência superior, o estudo da experiência, história e doutrina associadas à fé cristã e a outras tradições religiosas. Tem também como objetivo prestar apoio à Igreja Católica no desempenho da sua missão e contribuir para o diálogo com as outras tradições cristãs, com as religiões não cristãs e com os não crentes, e para o intercâmbio com as artes e as humanidades, com a ciência e a técnica, com o trabalho e a política.

Saiba mais em www.ft.lisboa.ucp.pt

 

Fundação para a Ciência e Tecnologia

A Fundação para a Ciência e Tecnologia tem como missão promover continuadamente o avanço do conhecimento científico e tecnológico em Portugal, explorando oportunidades que se revelem em todos os domínios científicos e tecnológicos de atingir os mais elevados padrões internacionais de criação de conhecimento, e estimular a sua difusão e contribuição para a melhoria da educação, da saúde e do ambiente, para a qualidade de vida e o bem-estar do público em geral. Esta missão concretiza-se principalmente através da concessão de financiamentos na sequência de avaliação de mérito de propostas de instituições, equipas de investigação e indivíduos apresentadas em concursos públicos, e também através de acordos de cooperação e outras formas de apoio em parceria com universidades e outras instituições públicas e privadas, em Portugal e no estrangeiro. A Fundação tem também como função promover a difusão e a divulgação da cultura e do conhecimento científico e tecnológico, e do ensino da ciência e da tecnologia.

Saiba mais em www.fct.pt

 

Grace – Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial

Fundado em Fevereiro de 2000, por um conjunto de empresas interessadas em aprofundar o papel do setor empresarial no desenvolvimento social, o GRACE – Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial – é uma associação pioneira, sem fins lucrativos e exclusivamente dedicada à promoção da Responsabilidade Social Corporativa e do Voluntariado Empresarial, estabelecendo parcerias nacionais e internacionais que tenham impacto na comunidade. Treze anos depois, o GRACE reúne cerca de uma centena de associados, incluindo empresas nacionais e multinacionais, das mais variadas dimensões e setores de atividade. Todas elas continuam empenhadas em aprofundar o papel das empresas no desenvolvimento social das pessoas e das organizações, partilhando a missão há muito assumida pelo GRACE: refletir, promover e desenvolver a responsabilidade corporativa em Portugal.

Saiba mais em www.grace.pt

 

INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) é o organismo do Ministério da Saúde responsável por coordenar o funcionamento, no território de Portugal Continental, de um Sistema Integrado de Emergência Médica, de forma a garantir aos sinistrados ou vítimas de doença súbita a pronta e correta prestação de cuidados de saúde. As principais tarefas do INEM são a prestação de socorros no local da ocorrência, o transporte assistido das vítimas para o hospital adequado e a articulação entre os vários intervenientes do Sistema. O INEM, através do “Número Europeu de Emergência 112”, dispõe de vários meios para responder com eficácia, a qualquer hora, a situações de emergência médica.

Saiba mais em www.inem.pt

 

Liga dos Bombeiros Portugueses

Tendo como data de fundação 18 de Agosto de 1930, a Liga dos Bombeiros Portugueses é a Confederação das Associações e Corpos de Bombeiros de qualquer natureza, voluntárias ou profissionais. Durante toda a sua existência, a LBP, interpretando sempre a vontade do coletivo, tem procurado, através dos meios ao seu alcance, obter benefícios de diversa ordem – materiais, financeiros e sociais – tendentes a melhorar e a dignificar a acção dos bombeiros e das suas estruturas, ao serviço das comunidades. Em virtude dos extraordinários serviços prestados ao País, no domínio da defesa das vidas e bens dos portugueses, a LBP foi agraciada, em períodos distintos, com a Comenda da Ordem de Benemerência (1935), o título de Membro Honorário da Ordem Militar de Cristo (1980), o título de Membro Honorário da Ordem da Liberdade (2008), e o Prémio Direitos Humanos 2008, atribuído à Confederação em representação de todos os Bombeiros Voluntários Portugueses. A Liga dos Bombeiros Portugueses tem, no total, 472 associados, distribuídos de Norte a Sul do País e Ilhas.

Saiba mais em www.lbp.pt

 

Plataforma Portuguesa das ONGs para o Desenvolvimento

A Plataforma Portuguesa das Organizações Não-Governamentais para o Desenvolvimento (ONGD) é uma associação privada sem fins lucrativos que representa um grupo de 70 ONGD. A Plataforma pretende contribuir para a qualificação da intervenção da sociedade civil nos domínios da Cooperação para o Desenvolvimento, da Ajuda Humanitária e de Emergência e da Educação para o Desenvolvimento e Formação. Tem como principais objetivos promover uma sociedade cada vez mais inclusiva, onde valores como a equidade e a solidariedade sejam realidades objetivas; construir plataformas de cooperação que permitam o desenvolvimento das sociedades humanas no respeito pela diversidade e pelos Direitos humanos fundamentais, e fomentar políticas de não discriminação e de promoção da dignidade de todos os seres humanos, entre outros.

Saiba mais em www.plataformaongd.pt

 

Polícia de Segurança Pública

A Polícia de Segurança Pública tem por missão assegurar a legalidade democrática, garantir a segurança interna e os direitos dos cidadãos, nos termos da Constituição e da lei. É uma força de segurança, uniformizada e armada, com natureza de serviço público. No âmbito da sua atuação, a PSP tem vários programas especiais. O programa Apoio 65 que procura garantir as condições de segurança e a tranquilidade das pessoas idosas e ajudar a prevenir e a evitar situações de risco. O Programa Escola Segura, que procura assegurar o direito de todas as crianças de crescer em segurança, num clima de tranquilidade, sem medos nem receios; ou o Programa contra a violência doméstica, que aposta na prevenção e investigação da violência doméstica, atendimento, apoio, proteção e segurança das vítimas.

Saiba mais em www.psp.pt