Marta Baeta

Marta Baeta

Louvor

Gesto a gesto mudamos o mundo

Marta Baeta é voluntária desde muito jovem e, em 2012, assumiu o seu maior desafio até então. Viajou para Nairobi, no Quénia, e dirigiu-se a Kibera, a maior favela do Mundo, onde contribuiu para assegurar a educação, durante um ano, de 16 crianças, de seis anos, que sem ela não teriam tido essa oportunidade.

Foi em representação dos valores de Altruísmo, Desprendimento e Carácter, que a Nobre Casa de Cidadania teve a honra de homenagear Marta Baeta pela autoria do Ato Nobre de assegurar a educação de um conjunto de crianças na maior e mais perigosa favela do Mundo.

comentários